Idioma

ptenfrdees
 

Locais a Visitar

 

 
 
 Praias Vilamoura - Enquadrada no maior empreendimento turístico e imobiliário da Europa, a Praia de Vilamoura tem características urbanas, sendo frequentada por uma classe média/alta nacional e internacional. Alguns dos melhores hotéis, restaurantes, bares e lojas do Algarve situam-se junto à Marina de Vilamoura, local frequentemente visitado por grandes estrelas do desporto e espectáculo. Para além do golfe, o turista pode usufruir de muitos outros espaços de lazer e animação, nomeadamente o aeródromo, o centro hípico, o clube de tiro, a pista de corta mato, os campos de ténis e squash, a galeria de arte, o cinema, ou participar em pequenos cruzeiros ou actividades náuticas.
 
Quarteira - Integrada na cidade de Quarteira, esta praia é, para muitos, o grande ex-líbris do Concelho de Loulé, assumindo-se inclusive como uma referência no contexto algarvio, sendo uma das mais conhecidas e procuradas. Pode observar-se a nascente a zona húmida da Foz do Almargem envolvida por um extenso pinhal, ecossistema que coexiste em perfeita harmonia com a malha urbana. A zona envolvente à praia foi alvo de uma profunda beneficiação paisagística, através da construção de apoios de praia e da nova Avenida Marginal, no sentido de proporcionar um ordenamento mais correcto da orla costeira e um melhor acolhimento aos milhares de veraneantes que anualmente se deslocam a Quarteira. Vale de Lobo - Esta praia é internacionalmente conhecida e uma das mais procuradas pelo turista exigente que aprecia o requinte e a qualidade do meio envolvente. Em Vale do Lobo, a poucos passos da luxuosa habitação ou hotel, o turista tem ao seu dispor uma vasta oferta desportiva e de lazer caracterizada pela diversidade, salientando-se a prática do golfe, ténis e desportos náuticos, ou a quietude de um passeio por entre pinheiros e espaços ajardinados bem cuidados.
 
Garrão - Situada na zona limítrofe do Parque Natural da Ria Formosa, esta praia relativamente isolada, apresenta amplos espaços para a prática dos mais diversos desportos náuticos ou outros como o voleibol. O banhista pode encontrar também zonas propícias a uma maior privacidade, em virtude da grande extensão de areal. Situada a alguma distância do empreendimento turístico do Vale do Garrão, é frequentada pelo turista em geral, que se desloca normalmente na sua viatura particular. Na zona envolvente existe um pinhal que circunda uma lagoa, ecossistema particularmente importante para a avifauna residente e migratória.  
 
Quinta do Lago - Localizada em pleno Parque Natural da Ria Formosa, esta praia é particularmente procurada pela grande elite nacional e internacional. Aqui, é perceptível o equilíbrio ecológico e a sensibilidade paisagística do empreendimento turístico da Quinta do Lago, caracterizado essencialmente por zonas de habitação dispersa. Com excelentes infra-estruturas de apoio ao turismo de alta qualidade compreende alojamentos com restaurantes e piscinas, campos de golfe e courts de ténis, centro hípico, etc.. O acesso à praia é feito através de uma ponte em madeira com uma extensão de cerca de 320m, também ela uma obra superiormente concebida em harmonia com a envolvência do meio, onde as espécies faunísticas e florísticas gozam de um equilíbrio quase natural e paradis íaco.
 faixa golfe 3
 
Golfe Ocean Course - Desenhado por Sir Henry Cotton, o terreno que se lhe oferecia não tinha as mesmas características da Penina, tanto em termos de espaço quanto de orografia.
 
Royal Course - Foram abertos ao público, em 1968, os percursos "amarelo" e "laranja", tendo sido o "verde" aberto em 1974
 
Pinheiros Altos - Com a introdução do green do 17 e o novo par 5 do buraco 12, os Pinheiros Altos estão a desenvolver-se rápidamente e a tornar-se um "must" para quem joga no Algarve
 
Quinta do Lago South - Uma experiência que não o deixará indiferente.
 
Quinta do Lago North (Ria Famosa) - A Quinta do Lago foi o primeiro trabalho de um arquitecto de golfe americano em Portugal.
 
San Lorenzo - San Lorenzo, sendo distinto dos restantes percursos da Quinta do Lago, é contudo semelhante em termos de qualidade de manutenção.
 
Vila Sol - Mesmo junto a Vilamoura, à entrada de Quarteira, foi o primeiro trabalho isolado do prestigiado arquitecto Donald Steel em Portugal.
 
Laguna - arquitecto foi Joseph Lee, na companhia de William Roquemore, onde as dificuldades advêm dos obstáculos de água - dez lagos distintos.
Millennium - Projectado pelo arquitecto inglês, Martin Hawtree, o Millennium é seguramente um dos mais belos percursos de golfe construídos em Portugal.
 
Old Course - Construído em 1969, de acordo com o projecto de Frank Pennink, este campo constitui um clássico no design do golfe.
 
Pinhal - Originalmente desenhado por Frank Pennink, sofreu, em 1985, alterações da autoria de Robert Trent Jones, pelo que apresenta uma mistura de estilos diferentes.
 
faixa locais interesse 1
 
Locais de Interesse - Loulé Municipalidade
 
Loulé, bonita cidade de origem mourisca com um mercado animado, engloba cenários tão diferentes como Quarteira (centro turístico excessivamente desenvolvido, com edifícios altos que tapam o mar e a tornam incaracterística), os empreendimentos turísticos de Vilamoura (com a sua célebre marina) e Quinta do Lago (uma estância de férias luxuosa com variadas ofertas de diversão) e o Parque Natural da Ria Formosa, uma faixa costeira de lagos, canais, ilheús e sapais, que alberga uma multivariada fauna e flora. Confina com a reserva da Ria Formosa, considerada o mais importante santuário de vida selvagem no Algarve. O rico ecossistema desta zona abriga abundantes espécies de bivalves e aves marinhas, num cenário único.
 
Querença - Fonte Benémola - Sítio Classificado da Fonte Benémola situa-se nas freguesias de Querença e Tôr e ocupa uma área de 392 ha. Esta área protegida de rara beleza no Algarve é atravessada pela Ribeira de Menalva, que é abastecida por algumas nascentes, o que permite conter água em cerca de 60% do seu leito durante a época estival, ao contrário da maioria das ribeiras desta região. A ocorrência de água permite a existência de uma flora rica e abundante ao longo do leito da Ribeira, nomeadamente, freixos, salgueiros, tamargueiras e folhados, por entre os quais abundam os canaviais, os silvados e os loendros. Nas encostas do vale que ladeiam a Ribeira, a vegetação é tipicamente mediterrânica, constituída por alfarrobeiras, aroeiras, tomilhos, alecrins e carrascos. No limite do Sítio Classificado, existe uma zona de solo xistoso, onde predominam os sobreiros e as azinheiras, ao contrário da restante área que possui solos calcários. A existência de água durante todo o ano é factor de atracção para uma grande diversidade de espécies faunísticas, especialmente de avifauna, entre outros, os guarda-rios, os chapins, as garças e abelharucos. Uma das espécies que habita este local mas que dificilmente se avista, é a lontra. Esta espécie alimenta-se de pequenos peixes e crustáceos e habita nas margens da ribeira.
 
Salir - Castelo de Salir, com a particularidade de não possuir alcáçova, terá sido edificado nos séculos XII/XIII, em plena ocupação muçulmana, com o intuito de proteger os camponeses de ataques cristãos. Adivinhava-se já a sua conquista pelos Cavaleiros da Ordem de Santiago, o que aconteceu após a tomada de Tavira. As suas muralhas foram construídas em taipa, processo de origens ancestrais e que, durante séculos, foi o método aplicado na construção das casas algarvias. Consistia num amassado de areia, pedras, argila e cal, que se deitava em moldes de madeira, batida até ao máximo da compressão. Secava em camadas, repetindo-se a operação até se obter a altura pretendida. Criavam-se, assim, blocos que se aplicavam na construção de paredes.Se bem que do Castelo de Salir pouco mais reste hoje em dia do que as ruínas destas muralhas, a sua localização oferece excelentes vistas das colinas e campos verdejantes em redor, que fazem desta aldeia um local aprazível e acolhedor.
  
Alte -  poucos quilómetros de Salir encontra-se Alte, considerada por muitos a aldeia mais típica do Algarve. A igreja matriz e a Capela de São Luís constituem o património histórico. As Fontes Pequena e Grande são outro dos atractivos da povoação. Trata-se de nascentes que durante séculos foram local de encontro das mulheres da aldeia que aí se deslocavam para encherem os cântaros de água e lavarem a roupa. Hoje é umlocal aprazível convidando a um bom piquenique e a umas horas de descanso. Em volta de Alte, mais precisamente, no Moinho de Águas Frias, junto à ribeira de Arade, poderá ainda ver de perto o método ancestral de moer a farinha ou então conhecer as antigas alfaias agrícolas e objectos de uso doméstico tradicional que o mini-museu rural de Malha Ferro guarda no seu interior. Abandonemos agora o silêncio e a solidão do barrocal e caminhemos até ao bulício do litoral. Pelo meio dê ainda um saltinho até Boliqueime para visitar a bonita igreja branca edificada no topo de um cerro. Na Fonte Pequena é homenageado o poeta altense Cândido Guerreiro, num espaço harmonioso onde o verde e a frescura convidam a momentos de lazer. Ao longo da aldeia, a ribeira conduz as águas da Fonte Grande, num curso onde abundam as levadas, açudes e velhas azenhas.
 
Almancil - Segundo crenças antigas, o topónimo Almancil deriva de Almançal (hospedaria em árabe), estabelecimento aí existente nos primórdios da monarquia. No entanto, existe também quem defenda que Almancil deriva de Almansil, que significa curso de água. Graças ao turismo, a freguesia de Almancil é uma das mais desenvolvidas do concelho de Loulé, sendo célebre pelo seu artesanato, principalmente pela olaria pintada. A vila evoluiu de tal maneira que actualmente possui inúmeras casas comerciais, habitações, bons equipamentos e infra-estruturas que servem de apoio às estâncias do litoral, nomeadamente, Vale do Lobo e Quinta do Lago. Capela de São Lourenço dos Matos - De arquitectura barroca, o seu exterior é marcado pelos painéis de azulejos azuis e brancos que predominam em toda a decoração e fazem desta capela uma das mais belas do género. Revestindo a cúpula, abóbada e paredes do interior, estes painéis do século XVIII vão contando a vida de São Lourenço, num harmonioso conjunto. Também na capela-mor, com retábulo em talha dourada, sobressai o azul e branco dos azulejos.
 
Barranco do Velho - o cimo do monte, a igreja, construída em 1944, chama a atenção. Do seu adro a vista é magnífica.